EPI e EPC Qual é a diferença entre os Dois

epi e epc

O termo EPI diz respeito aos equipamentos de proteção individual, enquanto o EPC define os equipamentos de proteção coletiva. Esses dispositivos eliminam ou minimizam os riscos e a exposição associados à determinada atividade, seja de forma individual ou coletiva.

Os EPIs e EPCs são dispositivos que eliminam ou minimizam os riscos e a exposição associados à determinada atividade, de forma individual ou coletiva.

Os EPIs são todos os dispositivos ou produtos utilizados individualmente pelo trabalhador, com a finalidade de protegê-lo contra possíveis riscos à sua saúde ou segurança durante a realização de determinada atividade. Um equipamento de proteção individual pode ser constituído de um ou mais dispositivos que, associados, protegem o utilizador contra diferentes riscos.

O uso desses equipamentos só deve ser adotado em ambientes em que não é possível eliminar os riscos sem comprometer a atividade, sendo sua utilização obrigatória. Os EPIs podem ser classificados de acordo com a zona corporal protegida:

  • proteção da cabeça: capacete;
  • proteção auditiva: abafadores de ruídos e protetores auriculares;
  • proteção respiratória: máscaras;
  • proteção facial: viseiras e máscaras
  • proteção ocular: óculos de proteção;
  • proteção de mãos e braços: luvas e mangotes;
  • proteção de e pernas: botas e botinas.

Os equipamentos de proteção coletiva, por sua vez, são aplicados no ambiente de trabalho com o objetivo de proteger o coletivo. Muitas vezes, podem ser dispositivos individuais, mas compartilhados pelo grupo, como máscara de solda, chuveiros de segurança e kit de primeiros-socorros.

São exemplos de EPC:

  • barreiras de proteção e de proteção contra luminosidade e radiação;
  • corrimão;
  • fitas sinalizadoras;
  • antiderrapantes em degraus de escada e piso antiderrapante;
  • sinalizadores.

 

 

Este site usa cookies para lhe oferecer a melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.